Biografia

Cantor, compositor, arranjador, produtor e multi-instrumentista, Rodrigo Sha é o que chamamos de artista completo. Com 23 anos de carreira e de milhares de quilômetros rodados, o artista transmite sua energia ao público através da música, seja nos palcos ou com produções em estúdio.

O primeiro trabalho profissional, lançado pelo selo Rastropop Records, foi com a Ideia Rara. Uma banda autoral, onde fazia as composições e tocava sax e flauta.

Com o BossaCucaNova rodou o mundo, sob a batuta do mestre Roberto Menescal. O grupo uniu bossa nova com bases eletrônicas e fez sucesso dentro e fora do Brasil.

Versátil, Rodrigo tocou com grandes artistas da música brasileira, como Bebel Gilberto, Leo Jaime, Ritchie, Blitz, Kid Abelha, Seu Jorge, entre outros.

Durante seis anos, participou da banda do Programa Amor e Sexo, da TV Globo, também junto com Leo Jaime. 

Rodrigo transita com facilidade pela MPB,  Bossa Nova, Rock n’ Roll e também domina o cenário da música eletrônica. Com as levadas, sonoridades eletrônicas e sua linguagem particular no sax, cria novas versões para sucessos consagrados e lota as pistas por onde passa.

Produtor e empreendedor, há sete anos, criou a festa Shadas6eis, onde mistura sax, flauta e performances com a batida eletrônica. Há 9 anos vem agitando o carnaval carioca com o “Baile do Sha”, carnaval off-blocos que reúne milhares de pessoas para curtirem seu som no Leblon, e, na sequência, participando também das festas de diversos camarotes na Sapucaí. Há 11 anos é atração especial do Réveillon da ilha de Fernando de Noronha, sua fonte de inspiração.

Criou em 2017 o projeto “Hipersensorial”, que reflete a consagração na carreira. Nele Rodrigo Sha se mostra pronto para ir além, trazer o novo e unir a música a outros tipos de manifestações artísticas. A ideia é provocar sensações, mexer com diferentes possibilidades da arte e do ser humano. O Projeto atraiu 19.000 visitantes na Casa França-Brasil, no Rio de Janeiro.

Comunicador e curador musical, em 2017 o artista recebeu o convite de ter seu próprio programa de rádio: “HORA DO SHA”, na 94,fm.

Com 22 anos de carreira lançou seu primeiro projeto internacional, o “Copenema”. A ideia começou quando o artista conheceu o o dinamarques Kenneth Bager no Brasil e continuou em Copenhagen, onde eles se uniram aos músicos Troels Hammer e Thomas Volmer Schulz. O Copenema, como o próprio nome já diz, é uma conexão entre Copenhagen e Ipanema, no Rio de Janeiro. O álbum foi finalizado no lendário estúdio Volmers, na Dinamarca, e lançado pelo selo “Music for Dreams”.

Em 2019 o artista se apresentou pela primeira vez ao lado de uma orquestra,  com o show “Rodrigo Sha & Orquestra”, na Sala Cecília Meireles, no Rio de Janeiro, gravado ao vivo. A orquestração foi do Maestro Flavio Mendes, que regeu a orquestra de Bibi Ferreira por mais de 10 anos, e o show foi inspirado no álbum “ShaSummerMelody”, onde Sha faz releituras de clássicos das pistas e do pop mundial, com formação de quatro Cellos e seu sax tenor. O album foi lançado em janeiro de 2020, com direção de Jodele Larcher, participações especiais de Marcela Mangabeira e Daniel Gonzaga. 

Lançou com o cantor e violonista Mauricio Pessoa o Tributo Getz/Gilberto, em homenagem ao disco de João Gilberto e o saxofonista Stan Getz, gravado em 1964. A estreia da turnê internacional foi no Blue Note Rio.

Ao lado do DJ e produtor paulista Gui Defilippi e o produtor de eventos Ale Fontanini, realizou 13 edições da festa Point Aéreo, festa ao ar livre, com experiência de Sunset, que já reuniu público total de aproximadamente 11000 pessoas.

Já em 2020 Rodrigo Sha deu início a uma parceria com a banda Blitz, lançando o remix do clássico “Weekend”. 

No verão deste ano foram 25 shows pelo Brasil, dentre eles: Rio Open 2020, tocando na quadra e sendo transmitido em rede nacional pelo canal Sport TV, 12º révellion em Fernando de Noronha, com direito a participações de Seu Jorge e o jogador Daneil Alves em sua apresentação, projeto Getz/Gilberto no rooftop do Hotel Fasano, no Rio de Janeiro, show no Instituto Ayrton Senna, no troféu nacional de Kart, e mais 11 shows durante o carnaval.

Próximos singles a serem lançados:

– “O amanhã”: uma nova versão para o clássico do samba “O Amanhã”, do compositor João Sergio(União da Ilha). A ideia inicial era fazer uma track para os seus shows do carnaval 2020. Agora, nesse momento em que vivemos a pandemia da COVID-19, essa faixa se torna totalmente emblemática devido a sua letra: “Como será o amanhã? Reponda quem puder…”. 

Nessa produção do Sha, ele vai do Samba a House music com categoria, onde ele canta, toca clarinete, sax, flauta, baixo, programações e convidou para integrar artisticamente a faixa, Pedro Tie nas programações rítmicas e João Felippe na guitarra baiana. 

– “Your latest trick”: Rodrigo Sha e Rafael Nazareth se juntam para criar uma versão para as pistas do clássico da banda Dire Straits. Essa faixa possui o tema de sax mais clássico da música pop de todos os tempos. O artista se inspirou em Michael Brecker, que gravou o sax originalmente, e regravou o sax, criou um arranjo no piano e Rafael Nazareth veio com os beats. A já vem sendo tocada em muitas festas.

Ao longo desses 23 anos, Rodrigo Sha conquistou vários prêmios de música:

– Prêmio de Música Tema, na comemoração dos 80 anos do Cristo Redentor

– Melhor Álbum Eletrônico, no Prêmio da Música Brasileira em 2014

– Melhor instrumentista da cena eletrônica pela revista DjSound por dois anos seguidos, 2014 e 2015.

Entre os grandes festivais que Rodrigo já participou no Brasil e exterior estão o “Rock in Rio”, por quatro vezes consecutivas nos palcos Rock District, Palco eletrônica e Rock Street; “Rio Music Carnival”, cinco vezes, “Womad Festival”(com BossaCucaNova), “Big Chill”( com Bebel Gilberto), entre outros festivais.

Rodrigo já lançou oito álbuns solo, diversos singles e EP’s e realiza participações e colaborações com outros artistas. 

É um dos fundadores do Marketplace www.oritmo.com , a casa da música brasileira no mundo, com uma biblioteca de mais de 1000 samples de sonoridade e ritmos brasileiros. Se trata de uma iniciativa de colocar a música brasileira no mapa de uma forma diferente, se relacionando com produtores musicais e DJs do mundo inteiro, criando uma loja virtual para músicos brasileiros. Entre eles estão Roberto Menescal, Marcos Suzano, Laudir de Oliveira, entre outros.

 

 

 

 

Open chat